Diretor-geral da OMS: “Saúde não pode ser transformada em arma”