Presidente do CDS voluntaria-se para ajudar as Forças Armadas

Fonte: Jornal de Notícias

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, voluntariou-se para ajudar as Forças Armadas nesta altura de combate ao coronavírus, função que irá conciliar com a liderança do partido, anunciou o CDS este sábado. 

Na passada quinta-feira, 19 de março, o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA) de Portugal informou estar a aceitar inscrições de voluntários para apoiar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) no combate ao covid-19.

Segundo o jornal Público, o EMGFA revelou estar a aceitar inscrições de voluntários “da família militar (militares na reserva e na reforma e respetivos familiares, bem como civis e ex-militares que se identifiquem com a instituição e/ou respetivos familiares), que pretendam auxiliar as Forças Armadas”.

Francisco Rodrigues dos Santos transmitiu à sua direção que “este é um momento de união entre todos os portugueses, devendo os políticos oferecer testemunho de unidade nacional, sem espaço para sectarismos, na defesa das pessoas e da economia”, refere uma nota do partido. 

O líder do CDS, embora advogado de profissão, é filho de um oficial do exército e estudou no Colégio Militar durante oito anos, tendo respondido a este apelo argumentando que “não vira as costas ao país em momentos difíceis”.

“Agora é o momento de o país se unir e de estarmos ao lado dos portugueses na primeira linha resistência ao covid-19”, acrescentou.