Poluição atmosférica em queda na Europa

Fonte: Es Brasil

Os resultados da poluição atmosférica na Europa atingiram, entre 13 de março e 13 de abril, valores que apontam para uma queda de 45% a 50%, em relação ao mesmo período do ano de 2019.  Os dados foram gerados pelo Instituto Meteorológico da Holanda, com recurso ao satélite europeu Copernicus Sentinel-5p.

Em comparação com a data compreendida entre abril e março de 2019, o ano de 2020 tem sido favorável em termos de concentração de dióxido de Azoto (No2) no continente europeu. De acordo com dados a que a Lusa teve acesso, apesar de uma redução geral, algumas cidades em concreto destacaram-se pelos valores apresentados: Paris tem uma diminuição de 54% dos níveis de azoto, Roma tem de 49%, 48% em Madrid e 47% em Milão.

Fonte: Jornal i

O dióxido de azoto é um dos maiores responsáveis pela poluição atmosférica. A este composto químico estão associadas inúmeras causas e doenças


Infografia realizada com base em informações do site “Ciência Viva”

A redução da poluição atmosférica pode estar associada a regras implantadas na Europa para o combate do covid-19. O continente registou até esta quinta-feira, dia 16 de abril, um total de 90.181 mortes.