“Murder Most Foul” é a nova música original de Bob Dylan

Mark Makela/Reuters

Oito anos depois, o músico norte-americano Bob Dylan lança uma nova canção, que a partilha em várias plataformas digitais na passada sexta-feira, 27 de março. A música tem quase 17 minutos e retrata, pelas suas palavras, o assassinato do antigo presidente americano John F. Kennedy.

“Murder Most Foul”, em português “O assassinato mais repugnante” é o novo trabalho de Bob Dylan, com quase 17 minutos de áudio. De acordo com a TVI24, o videoclip, que apenas tem uma fotografia do antigo presidente com o título da canção escrito, foi publicado em várias plataformas em conjunto com uma mensagem do compositor de 78 anos. “Saudações aos meus fãs e seguidores, com gratidão por todo o apoio e lealdade ao longo dos anos. Esta é uma canção inédita gravada há algum tempo, que podem achar interessante”, é o que se pode ler na publicação partilhada na sua conta pessoal de Twitter.

Twitter @bobdylan

O álbum “Tempest”, lançado em 2012, tinha sido o último trabalho de Bob Dylan, o que, de acordo a New In Town (NIT), foi algo inesperado ter surgido um novo tema oito anos depois. O trama gira em torno do dia em que John F. Kennedy foi assassinado, em 1961, durante um cortejo em Dallas, no Estado do Texas. O cantor imagina o presidente a “ser levado para o matadouro como um cordeiro para o sacrifício” e ao longo de toda a sua música, retrata o momento através do seu ponto de vista. 

Bob Dylan “Murder Most Foul”, 27 de março de 2020