Lisboa é uma das cidades europeias onde mais se consome cocaína

Fonte: SIC Notícias

Análise realizada pelo Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) às águas residuais, mostrou que em Lisboa a média diária de consumo de cocaína foi de 453 miligramas por mil habitantes, colocando a capital portuguesa em 12º lugar numa lista de 68 cidades europeias.

De acordo com o jornal Público, o OEDT realizou as análises a partir dos metabolitos excretados pela urina que circula nos esgotos. Apenas na região de Almada, as análises registaram a presença de 162 miligramas diários por mil habitantes no ano de 2019, ou seja, mais 26 miligramas que no ano anterior.

O epidemiologista João Matias confessou ao jornal Público que está verdadeiramente preocupado com o consumo de cocaína, principalmente nesta altura em que “há um aumento das emergências hospitalares relacionadas com esta substância, bem como do número de overdose fatais”.

O relatório do OEDT, estima que cerca de 49 milhões de pessoas nas variadas cidades europeias consuma este tipo de droga. Amesterdão é referida como a cidade que mais consumiu cocaína no ano de 2019 (986mg diários por habitante). Este mesmo relatório mostra que, na nossa capital, o consumo de substâncias como a cocaína já não se restringe a festas e clubes mais “underground” mas também a locais de animação noturna mais “populares” frequentados por grupos de jovens.