Limpeza assegurada no Parque Nacional Peneda-Gerês

A limpeza para a prevenção de incêndios no Parque Nacional Peneda-Gerês “está a ser feita e assegurada” pelo Corpo Nacional de Agentes Florestais (CNAF), revelou hoje, dia 25, à Lusa a responsável pela Associação de Desenvolvimento Regional.

A administradora delegada do CNAF, Sónia Almeida, avançou que perto de 50 membros da instituição ligados ao parque, que abrange 22 freguesias dos distritos de Braga, Vila Real e Viana do Castelo, “estão a trabalhar, tomando as devidas medidas de precaução contra a propagação do novo coronavírus”. Acrescentou ainda que “há apenas um ou outro caso de risco ou que não está a operar por ter que prestar apoio à família, mas o CNAF está a funcionar” com dez equipas de cinco elementos cada, sendo que “não andam todos juntos nos carros”.

O Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), o único parque nacional a norte do país, “não está fechado, até porque tem residentes, mas está interdito à luz do estado de emergência sob o qual Portugal está”, informou a responsável.

Sónia Almeida refere que no que toca à prevenção de incêndios florestais, o facto dos trilhos percorridos pelos turistas não estarem a ser usados pode ser prejudicial, pois “fará com que a vegetação tome conta deles e trilhos que acabavam por ser cortes naturais contra os incêndios podem deixar de existir”.

O PNPG é a única área protegida no país com a classificação de parque nacional. Localiza-se a noroeste de Portugal e exibe uma grande diversidade de habitats naturais.