Fundação Calouste Gulbenkian abre apoio de emergência para Cultura

Artistas independentes, técnicos e entidades culturais sem fins lucrativos podem concorrer ao apoio de emergência criado pela Fundação Calouste Gulbenkian, no valor total de cinco milhões de euros, para dar resposta à pandemia da Covid-19.

Segundo o Observador, a fundação abriu esta segunda-feira, dia 30 de março, o concurso para apoiar os profissionais de cultura, das áreas da música, dança, teatro e artes visuais, “que se viram privados de rendimento em virtude da suspensão da sua atividade”.

De acordo com o regulamento, será dado um apoio financeiro até 2.500 euros para artistas, profissionais e técnicos a título individual, e até 20 mil euros para estruturas de produção artística.

Serão beneficiados os candidatos que comprovarem, com documentação, que os concertos, espetáculos ou exposições foram cancelados como consequência das medidas impostas pela pandemia Covid-19.

A fundação refere ainda que podem candidatar-se os profissionais “mais jovens que exercem atividade há menos tempo”, “trabalhadores independentes há pelo menos seis meses” e técnicos especializados “contratados para concertos, espetáculos ou exposições, alvo de cancelamento”.

O prazo para submissão de candidaturas decorre até às 12h de 6 de abril.