De Hotéis a Hospitais

Fonte: Stocksy United

Após a implementação em Macau e a possibilidade de execução no Rio Janeiro, Portugal pode começar também a ver os seus hotéis transformados em locais de quarentena, de forma a combater o vírus Covid-19.

Segundo o jornal Público, a ideia partiu da união entre o Turismo do Centro (TC) e a Associação Empresarial da Figueira da Foz, e tem o intuito de movimentar os hotéis que, depois da pandemia, vão estar “no limite da viabilidade”, como afirmou Raul Martins, Presidente da Associação de Hotelaria de Portugal, em declarações à Lusa.

Ao pegar na ideia de Macau e transpor para a realidade nacional, o TC tem como objetivo receber pessoas infetadas ou profissionais de saúde e de segurança. A medida teria o efeito de reparação financeira das empresas hoteleiras.

Durante o debate quinzenal desta terça-feira, dia 24 de março, o primeiro-ministro (PM), António Costa, mencionou a possibilidade deste cenário vir a acontecer. De acordo com o PM, caso seja necessário, vai proceder a uma requisição civil. A ação vai conduzir a que alguns alojamentos turísticos sirvam para alojar pessoas em isolamento, internadas em hospitais, e que possam estar fora deste, de modo a libertarem espaço.

A crise na indústria hoteleira é comprovada pela Associação de Hotelaria de Portugal que, segundo é dito à Lusa, estima que, na próxima sexta-feira, dia 27 de março, 50% dos hotéis vão fechar portas.